POMPEII

Back in March 2016, I visited the Pompeii ruins.
Coming from Amalfi Coast and heading to Naples, my husband and I decided to stop in Pompeii. Naples and Pompeii are 26km apart.

Pompeii, located in Campania, is one of the most well-preserved ruins of the roman civilization.
The city was buried, together with other civilizations like Herculaneum, back in 79 A.D from the eruption of mount Vesuvio. Two thousand people died from the pyroclastic flow.
The ruins (and corpses) were discovered later in the 16th century in good conditions because the ash worked as a preservative.
It’s not surprising then why Pompeei is an archaeological site with great historical importance. It is a privileged source of the cultural, religious, economical and political life of that time.
Being there is quite thrilling. You can dwell in the shops, tabernas, and houses. You can admire beautiful mosaico floors, and compare their traditional baths with modern turkish baths;  you can even see were they worked out.
Don’t miss the roman  theatres and their temples.

Visit this UNESCO World Heritage Site. You will not regret it! 🙂
I leave you with some pictures. I hope you enjoy them!

For more information please visit the official page, here.

Em Março de 2016, visitei as ruínas de Pompeia.
Vindo da Costa Amalfitana e indo para Nápoles, eu e o meu marido fizemos uma paragem em Pompeia. Pompeia fica a 26 km de distância de Nápoles.

Pompeia, localizada na Campânia, é uma das civilizações Romanas mais bem preservadas de sempre.
A cidade foi queimada, juntamente com outras civilizações como Herculano, em 79 DC, pela magnânima erupção do vulcão Vesuvio. 2000 pessoas morreram com o fluxo piroclástico.
As ruínas (e os corpos) foram descobertos no século XVI em boas condições porque as cinzas atuaram como conservantes.
Não é de estranhar o porquê de Pompeia ser considerada um local com grande importância arqueológica e histórica, sendo uma fonte de informação cultural, religiosa, económica e política daquela época.
Estando lá, impressiona entrar nas lojas, nos cafés e nas casas daquele tempo. Poder admirar os chãos de mosaicos, comparar os seus banhos com os nossos modernos banhos turcos; e ainda ver onde faziam exercício.  
Os teatros e os templos romanos também são merecedores de uma visita.

Visite este Património Mundial da UNESCO. Não se arrependerá!
Deixo-lhe algumas imagens. Espero que goste!

Para mais informações visite a página oficial, aqui.

 

Carina visited Pompeii in March 2016.
Carina visitou Pompeia em Março de 2016.

LAGO Di COMO

b758d-aaa.jpg
One of the most picturesque places to visit in Italy is Lake Como, located just below the southern border of Switzerland. Lake Como is huge, taking some time to travel around. On the map it appears as an upside down “Y” letter.
Como is a city at the base of the lake and is the city center of that region.
Um dos lugares mais pitorescos a visitar na Itália é o Lago Como, localizado logo abaixo da fronteira sulista com a Suíça. 
Lago Como é enorme e é necessário algum tempo para viajar de um lado ao outro. A sua forma é semelhante a um “Y” invertido.
Como, a cidade na base do lago, é a cidade central daquela região.
With my base in Milan we made a day trip to Lake Como. A day trip is never enough to see the beautifull villas they have (like the ones in Amalfi Coast) and all the cities located there, but it still is a totally worth experience.

Com base em Milão fizemos uma day trip ao Lago Como. A viagem de um dia nunca é suficiente para ver as belas vilas (semelhantes às da Costa Amalfitana) e todas as cidades localizadas ali, mas vale a pena. 

We started the day in Varenna. We reached it by train and enjoyed that morning strolling around there.
Começamos o dia em Varenna. Chegamos de comboio e aproveitamos a manhã para passear por lá.

After that, by ferry, we visited Bellagio – located at the fork of the “Y” – and we had a lunch over there (my favourite place, in Lake Como).
Seguimos, por ferry, para Bellagio – localizada na bifurcação do “Y” – e almoçamos por lá (a minha localidade favorita do Lago Como).

In the afternoon we went to Como, once again by ferry, and by there we took the train to Milan, at the end of the day.
It was a peacefull and romantic day, without museums and queues; but it was the perfect ending for our honeymoon. 🙂
De tarde fomos para Como, mais uma vez de ferry. E ao final do dia voltamos para Milão, de comboio.
Foi um dia pacífico e romântico, sem museus e filas; mas foi o final perfeito para a nossa lua-de-mel. 🙂

Carina visited Lake Como in March 2016, and this is just her opinion.
Carina visitou Lago Como em Março de 2016 e esta é, apenas, a sua opinião.

 

MILANO AND ONE AFTERNOON – 5 THINGS TO DO

6b78e-p1070107.jpg

Milan is not a turistic city. But, Milan still is a city to enjoy, to relax, to take pleasure of what it can offer. It is cosmopolitan, and it is worth a visit if you want to go shopping, have a drink in fancy bars, go to the opera or just pray in its Duomo.

Milan is close-by Lago Di Como and it is doable to take a one day trip to Lago di Como, like we did. But this we will talk in another post, today Milan is the king.
We arrived in Milan after visiting Florence, Rome, Naples, Pompeii and Amalfi Coast; the holidays were almost ending.

So, what should you do in an afternoon in Milano?

1 – Eat risoto alla milanese or/and Panzerotti

Risotto is one of the most northern italian dish (although its origin is southern :p). Take a chance and try it here.
Panzerotti or Panzerotto is a fried turnover, like a small calzone, which can be filled with sweet ingredients or salty ones (i.e. tomato and mozzarella). Luini panzerotti is a popular spot to taste this in Milan.

2 – Pray in Duomo (or just take some pictures)

Milan Cathedral is the second largest church in Italy. Its gothic arquitecture will make you stop and admire it for some time – it is magnanimous!

3 – Shooping in Galleria Vittorio Emanuele II and at Quadrilatero d’Oro

Galleria Vittorio Emanuele II is one of the oldest shopping mall, built in the XIX century by Giuseppe Mengoni. Nowadays contains luxury and haute couture shops like the ones you can find at Quadrilatero d’Oro (four adjoining streets north of the Duomo, also known as the golden quadrilatero).

4 – Aperitivo time in a elitist bar

Aperitif time occurs before dinner time. You can go to a bar and have some drinks and they offer you some finger-foods. Usually takes place between 7pm and 9pm.
Milan is a apparel brands center, so you will find bars, restaurants and hotels from stylists.
A posh place: Armani Lounge – Bamboo Bar
A place with a view: Terrazza Duomo 21

Armani Lounge – Bamboo Bar

5 – See a opera spectacle at Teatro Alla Scala

Teatro Alla Scala is one of the leading opera and ballet theaters in the world, with almost 250 years.
You don’t want to miss a show here, and get into the scene with your long dress or your bow tie.

MILANO – 5 COISAS A FAZER NUMA TARDE 

Milão não é uma cidade turística. Mas, é uma cidade para desfrutar, para relaxar, para tirar prazer do que ela tem para oferecer. É cosmopolita, e vale a pena uma visita se pretender fazer compras, tomar uma bebida em bares elegantes, ir à ópera ou apenas rezar no duomo.
Milão é próximo do Lago Di Como e é completamente viável fazer um day tour pelo Lago, como nós fizemos. Mas sobre isso falaremos noutro post, hoje Milão é o rei.
Chegamos a Milão após visitar FlorençaRomaNápoles, Pompeia e a Costa Amalfitana; as férias estavam a terminar.
Mas, O que deverá fazer em Milano durante uma tarde?

1 – Comer risoto alla milanese e/ou Panzerotti

Risotto é um dos pratos mais tradicionais no norte da Itália (contudo, a sua origem é sulista :p). Aproveite para experimentar

Panzerotti ou Panzerotto é uma massa frita, com um formato que lembra um pequeno calzone, e pode ser recheada com ingredientes doces ou salgados (p.ex. tomate e mozzarella). Luini panzerotti é um lugar popular em Milão para o provar.

2 – Reze no Duomo (ou tire apenas algumas fotos)

A Catedral de Milão é a segunda maior de Itália. É impossível não parar e admirar esta amostra da arquitectura gótica – é magnânima!

3 – Compras na Galleria Vittorio Emanuele II e no Quadrilatero d’Oro

Galleria Vittorio Emanuele II é um dos shoppings mais antigos do mundo, construído no século XIX por Giuseppe Mengoni. Nos dias de hoje contém lojas luxuosas de alta costura como as existentes no Quadrilatero d’Oro ( área composta por quatro ruas que se juntam a norte do Duomo).

4 – Aperitivo num bar elitista

A hora do aperitivo ocorre antes do jantar. Vá a um bar e peça uma bebida, e como oferta terá direito a  snacks/comida em miniatura. Usualmente ocorre entre as 19h e as 21h.
Milão é um centro de marcas de vestir, por essa razão irá encontrar bares, restaurantes e hotéis de estilistas.
Um lugar elegante: Armani Lounge – Bamboo Bar
Um lugar com vista: Terrazza Duomo 21

Terrazza Duomo 21

 

5 – Assistir a um espectáculo no Teatro Alla Scala

Teatro Alla Scala é uma conceituada casa de ópera e ballet, com quase 250 anos. Não vai querer perder um espectáculo, e entrar em cena com o seu vestido comprido ou o seu papillon. 

Carina visited Milan in March 2016, and this is just her opinion.
Carina visitou Milão em Março de 2016 e esta é, apenas, a sua opinião.

FIRENZE – DAYS 2 & 3

ca371-12928296_10154127968099644_3942809487921141988_n.jpg

After your first day in Florence, take things slowly, relax and enjoy this wonderful city; get lost in its streets.
For your second and third days here are some tips:

1- GALLERIA DEGLI UFFIZI 

A renown museum hosting a large Medici collection. It has one of the most known Botticelli’s masterpiece – “The Birth of Venus” – as well as the “Allegory of Spring”.
The building is located near the Arno river and you can take some striking pictures from inside to the outside.

2- GALLERIA DELL’ACCADEMIA

The main attraction, without any doubt, is Michelangelo’s “David”.  It is worth the visit just to see this piece.

3- PALAZZO VECCHIO

Located in Piazza della Signoria, it is Florence’s town hall.
(You can visit it, if you have time; otherwise, just take some pictures outside).

4- PONTE VECCHIO

A medieval bridge located over the Arno river. It is full of shops, especially jewelers tenants.

5- PALAZZO PITTI 

A renaissance palace, near Vecchio bridge, now working as a large museum. In other times it was Napoleon and Medici family residence.

6- GIARDINI DI BOBOLI

It is a garden located behind palazzo Pitti, and has a great sculpture collection.
(I didn’t visit it, because it was closed in March 😦 )

7- PIAZZALE MICHELANGELO 

For the best city postcard picture you have to visit this square during the sunset. It is breathtaking!

8- PALAZZO STROZZI

For some contemporary art.

9- BASILICA DI SANTA MARIA NOVELLA

A gothic-renaissance church with a spectacular façade. Inside there are some art treasures and funerary monuments (enter, just if you have time).

10- BASILICA DI SANTA CROCE

Located in Piazza di Santa Croce, it is the burial place of some of notable Italians, such as Galileo and Michelangelo.

11 – FOOD

A visit to Florence will never be truly complete without trying proper tuscan food 🙂
Visit Enoteca Pitti Gola e Cantina, for tuscan wine, meat and cheese tasting.
Visit La Carraia, for the best ice-cream.
Visit Caffè Giacosa, for the most tradicitional coffee.

 

Após o seu primeiro dia em Florença, é altura de desfrutar desta maravilhosa cidade perdendo-se nas suas ruas.
Para o segundo e terceiro dias, seguem algumas sugestões:

1- GALLERIA DEGLI UFFIZI 

Alberga um dos maiores museus do mundo, uma vasta coleção da família Medici. Aqui poderá encontrar a famosa obra-prima de Botticelli – “O Nascimento de Vênus” – bem como a “Alegoria da Primavera”.
O edifício está localizado perto do rio Arno e de dentro poderá tirar umas fotografias espectacular para a ponte Vecchio.

2- GALLERIA DELL’ACCADEMIA

A principal atração é, sem qualquer dúvida, o “David” de Michelangelo. Mesmo que só pretenda ver esta peça, vale a pena visitar.

3- PALAZZO VECCHIO

Localizado na Piazza della Signoria, é a Câmara Municipal de Florença.
Visite-a apenas se tiver tempo; caso contrário, apenas tire algumas fotografias exteriormente). 

4- PONTE VECCHIO

Uma ponte medieval situada sobre o rio Arno. Está repleta de lojas, especialmente de joalharias. 

5- PALAZZO PITTI 

Um palácio da época renascentista, situado perto da Ponte Vecchio, é casa de um grande museu. Em outros tempos foi a residência de Napoleão e da família Medici.

6- GIARDINI DI BOBOLI

É um jardim que se encontra atrás do Palácio Pitti e possui uma enorme coleção de esculturas.
Não pude visitá-lo, porque se encontrava encerrado em Março :()

7- PIAZZALE MICHELANGELO

Para ver o cartão-postal da cidade tem que visitar esta praça durante o pôr-do-sol. É de tirar o fôlego!

8- PALAZZO STROZZI

Para um pouco de arte contemporânea.

9- BASILICA DI SANTA MARIA NOVELLA

Uma igreja gótico-renascentista com uma fachada espectacular. No interior existem alguns tesouros e monumentos funerários (entre, apenas se tiver tempo). 

10- BASILICA DI SANTA CROCE

Localizada na Piazza di Santa Croce; é o lugar onde grandes nomes italianos se encontram enterrados, tais como Galileu e Michelangelo.

Galileu

11- COMIDA

Uma visita a Florença nunca estará verdadeiramente completa sem provar a comida local 🙂
Visite a Enoteca Pitti Gola e Cantina, para uma degustação de vinho, carne e queijo da Toscana.
Visite La Carraia, para o melhor gelado.
Visite Caffè Giacosa, para provar um bom café junto de Florentinos.

Carina visited Florence in March 2016, and this is just her opinion.
Carina visitou Florença em Março de 2016 e esta é, apenas, a sua opinião. 

FIRENZE: Italy’s jewel – DAY 1

216a2-p1060244.jpg

Florence, the beauty Florence! Here are some of the main activities you can do in your first day in Florence.

Florença, a bela Florença!

Seguem algumas atividades que pode fazer durante o seu 1º dia em Florença.

1- PANINI TOSCANI

You arrived in Florence, you must be hungry. Go to the Panini Toscani store located close by the Duomo and order a panini (sandwich). You can choose the kind of bread you want (with olives, seeds, etc); then you will select one of the tuscan cheeses you prefere (you can try it before choosing) and, afterwards, the meat ( the prosciutto (ham)* is a must try); finish by choosing the veggies. And don’t forget to order a glass of red tuscan wine.

*The tuscan ham is the best I ever tasted. Better then the spanish one.

Chegou a Florença e deve estar faminto. Vá ao Panini Toscani localizado ao lado do Duomo e peça um panini (sandwich). Poderá escolher o tipo de pão que pretende (com azeitonas, sementes, etc); o queijo da Toscana que prefere (antes da escolha é convidado a provar); depois a carne (vale a pena provar o prosciutto (presunto)* ) e termine escolhendo os vegetais. E não se esqueça de acompanhar com um copo de vinho tinto da Toscana.

*O presunto da Toscana é o melhor que já provei, até hoje. Acima do espanhol.

2- DUOMO

It’s time to visit Santa Maria del Fiore, the main church of Florence and be startled with its  faced composed by polychrome marble panels in green and pink bordered by white.

Don’t forget to climb the steps to the top of the Duomo, Filippo Brunelleschi architectural masterpiece; but be prepared, it is almost 500 steps; if you have heart problems or claustrophobia you should not go.

You can also visit the baptistery and the giotto’s campanile.

Está na hora de visitar a catedral de Florença, a Santa Maria del Fiore, e deslumbrar-se com a sua fachada policromática de mármore, com cores verde, rosa e branco.

Não se esqueça de subir ao topo do Duomo, obra de Filippo Brunelleschi; mas esteja preparado, são quase 500 degraus; se tem problemas cardíacos ou claustrofobia  não deverá subir.

Visite, ainda, o baptistério e o campanário de Giotto.

 

3- CAFFÉ COQUINARIUS

End the day with a tuscan dinner.

Eat a tuscan plate of cheeses and meat in this cozy wine bar, very near from Duomo. Everything is organic and homemade, so it is a must try. The gnocchi is superb!

Termine o dia com um jantar toscano.

Peça um prato de queijos e carnes toscanos, neste acolhedor bar de vinhos localizado perto do Duomo. Tudo é orgânico e caseiro, por isso é imperativo visitar. O gnocchi é soberbo! 

gnocchi
ravioli

Carina visited Florence in March 2016, and this is just her opinion.

Carina visitou Florença em Março de 2016 e esta é, apenas, a sua opinião. 

ROME: THINGS NOT TO MISS

17437-sem2bnome.png

TO VISIT

1. Colosseum ( & Roman Forum & Palatine Hill)

2. Vatican

3. Fontana di Trevi

4. Piazza di Spagnia & Spanish Steps

5. Piazza Navona

6. Pantheon

7. Villa Borghese (museum and gardens)

TO EAT & DRINK

1. Expresso

at Caffè Sant’Eustachio.

2. Tiramisú

at Pompi (the famous one) & at Osteria Barberini (my favourite).

3. Tartufo

at Osteria Barberini: white truffles with tagliolini in summer and black truffles with fettuccine in winter.

4. Spaghetti alla Carbonara

The traditional Roman dish. A good spot: That’s Amore.

b2508-p1050702
This is not from That’s Amore, I forgot to take the pic. This one that I tasted had too much cream.

5. Italian aperitif

A pre-dinner drink (also accompained with free finger-food), in Trastevere.

6. Gelato

However, nowadays you can find a good ice-cream in other places besides Italy.
It didn’t impressed me, and I went to the top “gelaterias”. I live in San Sebastián and I can find ice-creams so good as I tasted there or probably I don’t like “gelato” :P.

ROMA – O QUE NÃO PODE PERDER

VISITAR

1. Colosseum ( & Fórum Romano & Palatino)

2. Vaticano

3. Fontana di Trevi

 

4. Piazza di Spagnia & Degraus de Espanha

5. Piazza Navona

6. Pantheon

7. Villa Borghese (museu e jardins)

COMER & BEBER

1. Expresso

no Caffè Sant’Eustachio

2. Tiramisú 

no Pompi (o famoso) e na Osteria Barberini (o meu favorito). 

Compramos 2 tiramisús no Pompi: 1 clássico e um de avelãs, este é o segundo.

3. Tartufo

na Osteria Barberini: trufas brancas com tagliolini no verão e trufas negras com fettuccine no inverno.

4. Spaghetti alla Carbonara

Prático típico de Roma. Um óptimo lugar para degustar: That’s Amore.


Este prato não é do restaurante That’s Amore (esqueci-me de fotografar). Esta carbonara, que comi, tinha natas a mais.

5. Italian aperitif

Uma bebida como aperitivo, antes do jantar (quase sempre acompanhada com snacks saborosos e por vezes majestosos), em Trastevere.

6. Gelato

Hoje em dia é possível encontrar boas gelatarias fora de Itália.
Confesso que não fiquei impressionada, e fui às top “gelaterias”. Vivo em San Sebastián e posso dizer que aqui como gelados tão bons quanto os que comi em Itália, ou se calhar eu não gosto de “gelato” :P.
P.S.- E os de San Sebastián dão 5 a zero aos da Santini 🙂

Carina visited Rome in March 2016, and this is just her opinion.
Carina visitou Roma em Março de 2016 e esta é, apenas, a sua opinião. 

WORLD’S BEST PIZZA IS IN…NAPLES (OF COURSE)!

Here goes the top pizzerias in Naples.
I was in Naples for a half-day and I had the opportunity to try one pizza from the top ranked pizzerias. From now on it will be very, very, very hard to find a pizza as good as the one I tasted in Da Michele (ohhhh god…), and I must confess that I’m not a pizza lover, but this one was really yummy.
I tried more pizzas during my Italian vacations (in Rome, Florence and Milan) and none was as perfect as Naples’ pizza; some of them were very tasty, but none makes me want to come back to eat it like the Da Michele pizza does.
Enjoy!
Aqui estão algumas das melhores pizzarias de Nápoles.
Estive em Nápoles durante uma tarde e tive a oportunidade de experimentar uma pizza deste top. De agora em diante, será muito, muito, muito difícil encontrar uma pizza tão boa como a que provei na Da Michele (ohhhh deus…) e devo confessar que eu não sou uma amante de pizzas.
Experimentei mais pizzas durante as minhas férias em Itália (em Roma, Florença e Milão) e nenhuma foi tão perfeita como a pizza de Nápoles; algumas foram bastante saborosas, mas a única que me faz querer voltar para simplesmente comer uma pizza é a Da Michele.

1. DA MICHELE

This pizzeria is open since 1870 and it was here where Julia Roberts played a scene in the movie “Eat, Pray and Love”, eating a succulent slice of pizza.
This famous pizzaria always has a queue, so be aware to wait almost an hour; however, if you do not pretend to sit down it will be faster.
Here, you only have two types of pizzas: Margherita and Marinara. The first one has tomato (fresh, oh so fresh), mozzarella and basil leaves; the other one, garlic and tomato. They are super cheap, for less than 8 euros you can eat a big pizza and drink a cola.
I had never eaten a Margherita (till this day) because it always seemed to me to lack ingredients, but here it has all…less is more! 🙂
Esta pizzaria está aberta desde 1870 e foi aqui que Julia Roberts fez a cena de “Eat, Pray and Love”, em que come uma suculenta fatia de pizza.
Esta famosa pizzaria tem sempre fila, esteja ciente que pode esperar quase uma hora; no entanto, se não pretender sentar-se será mais rápido.

Aqui, só existem dois tipos de pizzas: Margherita e Marinara. A primeira com tomate (fresco), mozzarella e folhas de manjericão; a outra de alho e tomate. São super baratas, por menos de 8 euros pode comer uma grande pizza e beber uma cola.
Nunca tinha comido uma Margherita, porque sempre me pareceu com ingredientes a menos, mas aqui tudo fez sentido…menos é mais! 🙂
 

Location: Via Cesare Sersale, 1, 80139 Naples.

2. SORBILLO

Pizza-master Gino Sorbillo has garnered a long list of awards.
The pizza neapolitan dough is thinly spread with a fresh San Marzano tomatoes, and there are a wide selection of selected topping combinations to choose between.
O mestre de pizzas Gino Sorbillo já é dono de uma longa lista de prémios.
À sua massa da pizza napolitana são acrescentados tomates frescos de San Marzano, e uma vasta seleção de toppings à escolha.

Location: Via Dei Tribunali, 38, 80121 Naples.

3. DI MATTEO

This is the pizzeria that President Clinton visited during the 1994 G7 summit in Naples.
It is a great place to grab one on-the-go.
Esta é a pizzaria que o presidente Clinton visitou durante a cimeira do G7 de 1994, em Nápoles. É um ótimo lugar para comprar e ir comer a qualquer lado.

Location: Via dei Tribunali, 94, 80138, Naples.

Carina visited Naples in March 2016, and this is just her opinion.
Carina visitou Nápoles em Março de 2016 e esta é, apenas, a sua opinião. 

 

AMALFI COAST: MUST-SEE CITIES

d0580-sem2bnome.png

Located in Campania, in southern Italy, the Amalfi Coast is a summer paradise.
Be aware that hotels are very expensive in high season, so if you want to see this place but don’t mind not going to the beach, visit it in the low season (yet, not in winter!). I visited in middle-march and I must confess that the region is beautiful, though it lacked the sun to contemplate all the colors and the summer breeze.

COSTA AMALFITANA: CIDADES A VISITAR

Localizada na Campânia, no sul da Itália, a Costa Amalfitana é um paraíso de verão.
Esteja ciente de que os hotéis são muito caros em época alta, por isso, se quiser ver este lugar e não se importa de abdicar da praia, visite-a em época baixa (mas, não no inverno!). Eu visitei em meados de Março e devo confessar que a região é fantástica, embora faltasse o sol para contemplar todas as suas cores e a brisa de verão.

1. POSITANO

The most picturesque and photogenic town.
To do’s:
– Lay on the Big beach.
– Visit the Chiesa di Santa Maria Assunta, and contemplate the colourful majolica-tiled dome.
A cidade mais pitoresca e fotogénica.
O que fazer?
– Apanhar banhos de sol na Grande praia.
– Visitar a Chiesa di Santa Maria Assunta, e contemplar a cúpula colorida de azulejos de loiça majólica.

 

2. AMALFI

A tiny little village, with small-piazzas and minor beaches.
To do’s:
– Visit Cattedrale di Sant’Andrea in Piazza del Duomo. A 9th-century of arab-norman romanesque architectural structure style with byzantine, gothic and baroque elements.
– Buy colorful handicraft, full of symbolism with its mythological allegories.
– Try limocello, an italian lemon liqueur.
– Eat Torta ricotta e pere amalfitana (a ricotta cheese and pear cake), mozzarella and sea food spaghetti.
É uma pequena vila, com diminutas praças e praias minúsculas.
O que fazer?
– Visitar a Cattedrale di Sant’Andrea, na Piazza del Duomo. Uma estrutura do século XIX de estilo arquitectónico românico  árabe-normando com elementos bizantinos, góticos e barrocos.
– Comprar artesanato colorido com alegorias mitológicas.
– Experimentar limocello, um licor italiano de limão.
– Comer Torta ricotta e pere amalfitana (uma torta de queijo ricotta e pêra), mozzarella e esparguete com marisco.

 

3. RAVELLO

A botanic retreat, with ravishing gardens and stupendous views.
To do’s:
– Visit Villa Rufolo and admire its breathtaking views.
– Visit Villa Cimbrone, and take a while in its well-known belvedere.
Um retiro botânico, com jardins arrebatadores e vistas magnifícas.
O que fazer?
– Visitar a Villa Rufolo e admirar as deslumbrantes vistas.
– Visitar a Villa Cimbrone e parar no conhecido belvedere.

 
Villa Cimbrone

Carina visited Amalfi Coast in March 2016, and this is just her opinion.
Carina visitou a Costa Amalfitana em Março de 2016 e esta é, apenas, a sua opinião. 

Are Italy’s most touristic cities worth the visit? Yes or No?

Oh Italy… I have to say that I visited Venice once in 2009; this year, I did a road trip during my honeymoon, crossing Ravello, Amalfi, Positano, Pompei, Naples, Rome, Florence, Milano and Lake Como. Here goes my own review.

THE NOT SO GOOD

1- Disorganization.
Chaos!

2- It seems that the inhabitants of Italy don’t have good healthcare.
You will see a lot of people without teeth or with them rotten.

3- The buses of Rome are a disaster.
Few and packed.

4- The food is not so brilliant.
Except in Toscany, where you can taste some good wines and meats;  and the real pizza, in Naples.

5- Unsafe.
Be aware of your belongings and do not trust anyone!

6- Rome without Romans.
You barely see Italians in Rome.

7- To manyyyy tourists!
It is insane!

8- Expensive.
Things are not worth the cost.

9- It seems that they live in the 90’s.
Especially in the southen part.

10- Worst museums organization ever.
Do you have a pre-booked ticket? Well, forget it…you will not skip the line.
Few flyers! Few information!

THE GOOD FACE

1- Treni Freccia Rosa
If you pretend to move between cities, this intercity train is a very good option. It is fast and cheap (if you buy in advance).

2- Beautiful coast side.

3- Wonderful and lovely lakes.

4 –  You can eat the best pizza of your life, in Naples.

5- Romantic cities (besides the tourists. If you can, go in the lower season).
Venice and Florence are a must visit.

6- Art and History
Yeahh. The good point that you could really enjoy 100% if  the point nº 10 of “bad things” didn’t exist.
My preferences go to Pompei, Sistine Chapel, Fontana di Trevi, Uffizi Gallery and Michelangelo’s David.

7- In general and taking in account the number of tourists, the cities are clean.

8- One of the most oldest and well-renowned opera house is in Milano.
It is worth the visit.

9- Mozzarella di Bufala.
Nhammy…ohh yeah

10- High-fashion and trendy-stylist bars in Milano.
It is the northern power city of Italy. People seem to be living in better conditions than in the center and south.

VISITAR A ITÁLIA: SIM OU NÃO?

Ohh Itália… Tenho que deixar claro que visitei Veneza em 2009; e este ano, durante a minha lua-de-mel, conheci cidades desde o Sul ao Norte de Itália (Ravello, Amalfi, Positano, Pompei, Nápoles, Roma, Florença, Milão e Lago de Como). Segue o meu parecer.

FRACO

1-Desorganização.
Caos!

2- Fracos cuidados de saúde.
Muita gente com dentes podres ou sem dentes.

3- Os autocarros de Roma são um desastre.
Há poucos e estão sempre lotados.

4- A comida não é tão brilhante.
Exceto na Toscana, onde poderá saborear bons vinhos e carnes; e em Nápoles, a famosa pizza.

5- Insegura.
Proteja os seus bens e não confie em ninguém!

6- Roma sem Romanos.
Poucos são os Italianos que se veem em Roma.

7- Demasiados touristas!
Horrível!<

8- Cara.
As coisas não valem o que custam.

9- Parece que pararam nos anos 90.
Especialmente os habitantes do sul.

10-Museus com péssima organização.
Comprou o seu bilhete com antecedência? Esqueça!…terá sempre que ir para a fila.
Poucos flyers! Pouca informação!

BOM

1- Treni Freccia Rosa.
Se pretende mover-se entre cidades, este comboio intercidades é uma boa opção. É rápido e barato (se comprar com antecedência).

2- Bonita costa.

3- Magníficos lagos.

4- Poderá comer a melhor pizza da sua vida, em Nápoles.

5- Cidades românticas (Se puder vá em época baixa para evitar tantos turistas).
Veneza e Florença merecem uma visita.

6- Arte e História.
Uma das melhores coisas que Itália oferece. Porém, podia-se  desfrutar a 100% se o ponto nº 10 das coisas “menos boas” não existisse.
As minhas preferências: Pompeia, Capela Sistina, Fontana di Trevi, Galeria Uffizi e o David de Michelangelo.

7- Em geral e tendo em conta o número de turistas, as cidades são limpas.

8- Uma das maiores e mais conceituada casa de ópera está em Milão.
Assista a um espectáculo.

9- Mozzarella di Bufala.
Nhammy…

10- Alta-costura e bares trendy em Milão.
É uma das potência económica do norte. As pessoas parecem viver em melhor condições que as do centro e sul de Itália.

Carina visited Italy in 2009 and March 2016, and this is just her opinion.
Carina visitou Itália em 2009 e Março de 2016 e esta é, apenas, a sua opinião.

TRAVELING WITH MOVIES – ITALY

Today I will share some names and trailers of movies shooted in Italy.
If you are planning to visit this mediterranean country, you can’t miss these ones. If you are not imagining this scenario, I can assure you that after seeing these movies you will catch the next plane to Italy! 🙂
Hoje, partilho nomes e trailers de alguns filmes rodados na Itália.
Se está a pensar visitar a Itália, não poderá perder estes filmes. Se nem se imagina a viajar para este país, depois de ver estes filmes a sua vontade poderá mudar e apanhar o próximo voo para a Itália poderá ser a primeira coisa que lhe passe pela cabeça 🙂


1. TRIP TO ITALY

2. EAT, PRAY, LOVE

3. THE TOURIST

4. LIFE IS BEAUTIFUL

 

Venice

Some pictures of Venice, from 2009. A quick day without many time to explore museums, just the perfect amount of time to see San Marcos Basilica and its square, the Ducal Palace, St Mark’s Clock tower and Rialto Bridge.
I have to go back for sure!
Há cinco anos, eu estudante, fui passar um dia a Veneza. Confesso que, devido ao número de horas limitadas que lá estive, não tive oportunidade de visitar o interior de muitos locais. 
Visitei a Basílica gótica de São Marcos, situada na praça de mesmo nome. A praça de São Marcos é a maior praça de Veneza, o ponto de encontro da cidade.
Vi a Escola Grande de São Rocco, o Palácio Ducal, a Torre do Relógio; deambulei  pelas ruas e atravessei canais,  desfrutei dos mercados e das lojas locais. 
Não me olvidei de tirar uma foto na Ponte do Rialto, uma das mais famosas de Veneza e o ícone da cidade.
Não andei numa gôndola, porque 70€ por uma volta de 30 minutos era um preço que, na altura, não estava disposta a pagar. O transporte foi feito sobretudo pelos vaporettos, o  transporte aquático da cidade. 
Ficam umas imagens, para recordar:
 
 

 

Carina visited Venice in April, 2009 .
Carina visitou Veneza em Abril de 2009.