CHINA – Misconceptions, Visa, Transportation & Accomodation

In this post, China refers to China Mainland, which excludes Hong Kong, Macau and Taiwan.
Neste post, China refere-se a China Continental, excluindo assim  Hong Kong, Macau e Taiwan.

MISCONCEPTIONS

I found Beijing cleaner than I thought it would be.
I found Chinese people friendlier than I thought they would be. But not as polite as the Japaneses or South Koreans.
Beijing is also not as chaotic as typically depicted. Bangkok, for instance, is the epitome of chaos.

Overall, this trip was a very welcomed surprise. I highly recommend you to schedule a visit to China hands down! You will not regret it!
Please let me give you some important information:

EQUÍVOCOS

Encontrei uma cidade mais limpa do que imaginava.
As pessoas são simpáticas, ao contrário do que eu imaginava. Mas não espere encontrar pessoas hiper-educadas como no Japão ou na Coreia do Sul.
Não achei Pequim tão caótica, como eu imaginava. Banguecoque é bastante mais, por exemplo.

Em geral, foi uma fantástica revelação e eu adorei a minha visita a Pequim, China! Recomendo-o profundamente a agendar uma vista à China! Não se irá arrepender!
Algumas informações a ter em conta, atente:

VISA

If your are scheduling a leisure trip to China and if your country don’t have a mutual agreement with China you will need to apply for visa.

Nowadays, China has a new policy that allows a 72-hour visa-free transit to people from 53 countries in 18 China cities without a visa. This means that your destination can not be the same of your origin city.
If this is not your case you will need a travel visa (known as a L visa type). And, how can you get it?

First you need to download the China visa application form, which you can find online at the China embassy website of the country you are living in.
On that, you have to write your personal information, emergency contact, who will pay for your trip, your full itinerary in China, information of the accommodation, etc.
With that, at the Embassy of China, you will give a copy of your hotel booking confirmation, another with your booked flights (go and return) and a passport photo showing your ears. 🙂
If you are living outside your country you will need to give a proof of your residence, like a copy of your expat card.
And of course, you will need to leave your passport there.
The fee varies according your nationality, if it is a unique entry or multiples entries and if you want a urgent service or not. I paid for the regular fee, one entry, and 5 days later I picked up my passport with the China visa stamp. 🙂 (It was already granted 2 days before.)
If the visa is not granted you will not receive the money back.
Take note that even if you get the visa, the emigration service in China has the authority to not let you in.

VISTO

Se está a planear uma viagem em turismo à China e se o seu país não tem um acordo com este país do Oriente terá que adquirir o visto.

Hoje em dia, a China tem uma nova política que permite ao habitante de um dos 53 países que possuem acordo com a China, passear em 18 cidades Chinesas durante, no máximo, 72 horas sem adquirir o visto. Isto só é possível se estiver em trânsito. Ou seja, o seu destino final não poderá ser o mesmo local onde embarcou.
Se este não é o seu caso, precisa
 de um visto turístico (denominado pela letra L). E,  como é que o poderá obter?

Primeiro terá que efetuar o download do formulário para requerer o visto para a China. Poderá ser descarregado no site da embaixada Chinesa do país onde vive.
No formulário, para além da sua informação pessoal, contacto de emergência, etc, deverá descrever o seu itinerário de viagem (onde vai em cada dia) e ainda deixar os contactos de onde irá ficar hospedado.
Com isto, terá que entregar, na Embaixada da China, uma cópia da confirmação da reserva do hotel e outra dos seus voos (ida e regresso), e uma foto pass mostrando as orelhas. 🙂
Se se encontra a viver fora do seu país natal terá que entregar uma prova de residência, como o seu cartão de expatriado.
E claro, terá que deixar o seu passaporte.
O preço do visto varia de acordo com a sua nacionalidade, se pretender entrar uma única vez na China ou múltiplas vezes, ou ainda se é um pedido urgente. Eu paguei a taxa normal, uma entrada, e 5 dias depois levantei o passaporte. 🙂 (Na verdade, já estava pronto 2 dias antes.)
Se o visto não for permitido não há a devolução do dinheiro.
Contudo, tenha atenção que, mesmo tendo o visto a sua entrada na China poderá ser barrada pelos serviços de emigração
.

TRANSPORTATION

On Land:
Taxi- It’s cheap! Very cheap! I advised you to use the taxi when travelling from/to the airport and from the hotel to the main attractions.
Private Car Service – A good option to reach The Great Wall of China (more info here!).
Metro- It’s cheaper, although it will consume you more time.
On Air:
I shipped out in Seoul and I arrived in Beijing by a Korean Air aircraft.
The flight takes around 2 hours. I made a small video of this flight experience, which you can see below.

TRANSPORTE

Por terra:
Táxi- É barato! Muito barato! Aconselho-o a usar sempre o táxi nas suas viagem de/para o aeroporto e do hotel para as principais atrações.
Carro Privado- Uma boa opção para visitar A Grande Muralha da China (mais informação aqui!).

Metro- É barato, mas consume mais tempo.
Por ar:
Embarquei em Seul e aterrei em Pequim atráves de um voo da Korean Air.
O voo dura cerca de 2 horas. Poderá ver um pequeno vídeo, deste voo, a seguir.

ACCOMODATION

I stayed at Hotel Jen in Beijing and I truly recommend it.
You can find cheaper hotels in Beijing, but I played for the safety side and I choose a  hotel from Shangri-La Hotels & Resorts chain.
I have a BIG problem! If I don’t sleep in a comfy bed, and also if I don’t have the perfect breakfast on the following morning, my day will be full destroyed. So, I’m always very picky finding a hotel and I’m constantly trying to find competitive prices at quality hotels.
Hotel Jen room was enormous, the bed was amazing and the room amenities were on point. The hotel breakfast has a lot of varieties and it was one of the best breakfast I have had in a long time.
If you use booking.com you can get a 15€ for your next trip, click here!

ACOMODAÇÃO

Fiquei hospedada no Hotel Jen em Pequim e recomendo-o a 100%.
Poderá encontrar hotéis mais económicos, em Pequim, mas eu joguei pelo seguro e escolhi um da cadeia Shangri-La Hotels & Resorts
Eu, se não dormir numa cama confortável e se não tiver um  pequeno-almoço revigorante, já sei que o meu dia será horrível. Deste modo, sou bastante exigente no que concerne à escolha de hotéis e estou sempre à procura de preços competitivos em hotéis de qualidade.
O quarto do Hotel Jen era enorme, a cama era fofa que nem uma nuvem, e o pequeno-almoço foi um dos melhores que degustei nos últimos tempos. Se reservar no booking.com ganha 15€ para a sua próxima compra, clique aqui! 

The only downside of travelling in China ( and also in other Asian countries) is the lack of english proficiency.
O único ponto negativo de viajar na China, e na maior parte da Asia, é a falta de proficiência na fala da língua Inglesa.


Carina visited Beijing in May 2018 and this is just her opinion.

Carina visitou Pequim em Maio de 2018, e esta é, apenas, a sua opinião.

2 DAYS IN BEIJING – DAY #1

aaa

Today’s post is about something I have been waiting my whole life to do: traveling to Beijing! Let me share with you my 2 full days itinerary so that you can also make the most out of your time in the city. Let’s start with full day 1.

Se tem apenas 2 dias inteiros para explorar Pequim está no sítio certo. Hoje falamos do que fazer no seu primeiro dia na cidade.

SEE

 

1. The Great Wall of China

If you have never seen the Great Wall of China, you should schedule half-day just for it (preferentially the morning).  I strongly recommend seeing this wonder of the world! I already dedicated one full post on the sections of the Wall to visit and how to get there (here!).

Para começar vai querer reservar uma visita à Grande Muralha da China. Aconselho-o a ver esta 7ª maravilha na primeira manhã na cidade. Já abordei este assunto no post anterior (aqui!). Decida qual a secção que quer visitar e como o pode fazer.

2. Beijing Summer Palace

For my 1st day in the city, I rented a car driver service that took me to The Great Wall of China and in the afternoon to the Summer Palace in Beijing.

The Summer Palace is the largest preserved royal park in China and a World Heritage Site. It started being constructed in 1750 and was the place for the royal family to rest and pass the time. It later became the main residence of the royal members by the end of the Qing Dynasty. You can see the Kunming Lake, palaces, temples, bridges, halls and pavilions. Longevity Hill is the most attractive area.

My two cents on  the Summer Palace is that it is beautiful but quite crowded. It took me around 2 hours to explore it. It was the right time for slowly strolling around, visit the must see places, and for a boat trip on the lake.

Para o meu primeiro dia na cidade aluguei um serviço de motorista que me levou à Grande Muralha da China e da parte da tarde ao Palácio de Verão de Pequim.

O Palácio de Verão é o maior parque real preservado da China e é Património da Humanidade.

Começou a ser construído em 1750 e era o lugar onde as famílias reais descansavam e se entretiam. Mais tarde, no final da Dinastia Qing, tornou-se a residência principal dos membros reais.

Possui um lago, o Kunming, que foi construído; alguns palácios, templos, pontes, salões e pavilhões. O Monte da Longevidade é a área mais magnífica.

É realmente muito bonito, mas tem muita gente. Demorei 2 horas para explorá-lo. O tempo suficiente para passear, ver os lugares imperdíveis e para dar um passeio de barco pelo lago.


EAT

Before getting into the Summer Palace, we went to some close-by restaurant that we did not plan beforehand, and without much surprise it was nothing special. From what we saw, there seems to be a lack of restaurants there.

Para almoçar fomos a um restaurante na área do Palácio de Verão. Não o recomendo porque não foi nada de extraordinário. Infelizmente, nessa área não existe grande oferta de restaurantes Chineses.

For dinner, we ate Imperial Cuisine at Na jia Xiaoguan restaurant 那家小馆, in the financial area of Beiijing. This was our favorite meal in the city.

The restaurant serves a collection of dishes that during the Qing Dynasty were made solely for government officials, aristocrats, and the imperial family. These dishes claim of medicinal qualities and are meticulously prepared. Rumors say that a descendant of a Qing emperor’s doctor opened this restaurant based on the instructions in an imperial cookbook. Tales might not be true, but at least they are fun to know about 😉

Regardless, the fact is that the food is really delicious. We tried a Huang tanzi, 逐鹿皇坛子, (a thick, meaty soup, slow-cooked for at least 18 hours), some juicy honey prawns, and fried chicken with walnut and sweet sauce. 🙂

Para jantar provamos Cozinha Imperial no restaurante Na jia Xiaoguan 那家小馆, na área financeira de Beiijing. Esta foi a nossa refeição preferida na cidade.

O restaurante serve uma coleção de pratos que foram apreciados por funcionários do governo e aristocratas durante a Dinastia Qing. Estes pratos reivindicam qualidades medicinais e são meticulosamente preparados. Diz-se que um descendente de um médico do imperador Qing abriu este restaurante com base nas instruções de um livro de receitas imperiais. hummm…

A comida é deliciosa. Experimentamos um Huang tanzi, 逐鹿皇坛子, (uma sopa de carne cozida lentamente, no mínimo, durante 18 horas),  uns suculentos camarões, e frango frito com nozes e molho doce. 🙂


Day 2, here! Dia 2, aqui!

Carina visited Beijing in May 2018 and this is just her opinion.

Carina visitou Pequim em Maio de 2018, e esta é, apenas, a sua opinião.

HOW TO GET TO THE GREAT WALL OF CHINA

aaaaaa

If you are thinking on making your first trip to Beijing, you must visit The Great Wall of China.
There are some famous wall sections near Beijing. From the best-restored Mutianyu, to the most beautiful Jinshanling, or the wildest Jiankou, and to the most crowded and popular section among Chinese tourists, Badaling.
Se está a considerar uma viagem a Pequim, sem dúvida alguma, vai querer visitar uma secção da Grande Muralha da China.
Existem algumas secções perto de Pequim. Da mais bem restaurada, Mutianyu, à mais bela, Jinshanling, da mais selvagem, Jiankou, à mais concorrida e popular entre os turistas Chineses, Badaling.

Image result for beijing close great wall sections
https://www.chinahighlights.com/greatwall/section/

Some sections are closer to Beijing than others and have well established transportation. This is the case of Badaling. You can get there easily with a direct and cheap bus from Beijing. The downside is that you must be prepared to share your visit with a lot of other people.
If you prefer to visit the well restored, but not so accesible,  Mutianyu section, I strongly advise you to rent a car driver service. This was the section that I also visited. It’s possible to use public transportation to get there, but you will need to permute at least once; and presuming that you don’t speak Mandarin (and in general, Chinese people don’t speak English), and that a surprisingly large amount of foreign apps don’t work in China, this can be a truly challenging experience. For these reasons I rented a car service. If these two options do not suit your style, you can simple join a tour (which in my opinion is the worst option of the three).
Algumas secções localizam-se mais perto de Pequim do que outras. Algumas são mais acessíveis do que outras. Como o caso de Badaling. Desde Pequim, de autocarro e  sem necessidade de comutar, por um preço reduzido, chega à muralha. O lado negativo desta escolha prende-se com o mar de pessoas que vai encontrar.
Se decidir visitar a secção mais bem restaurada, a secção Mutianyu, tal como eu fiz, aconselho-o a alugar um serviço de motorista. Pode chegar de transporte público, mas necessita permutar e presumindo que não fala Mandarim (em geral, os Chineses não falam Inglês) e tendo em conta que imensas aplicações de telemóvel não funcionam na China, será uma escolha desafiante. Ou pode simplesmente juntar-se a uma excursão.

Great Wall of China
https://www.chinahighlights.com/greatwall/section/

MUTIANYU GREAT WALL

I used this car service to reach the Mutianyu section.
I scheduled to depart from my hotel in Beijing at 7.00 am. In this way I could avoid the typical crowds at the great wall and get some great pictures. Jenny, the car service driver was sharp on time, and at 7.00 am she was at the Lobby of the hotel to greet my husband and I .
The car/van was very confortable and had free WiFi. Jenny provided us with some fruits and also bottles of water. She spoke English, but her purpose was not to be a travel guide. Therefore I recommend you to prepare well in advance and to read and pack-up your (e-)books and guides for a better experience.
One hour and half later we arrived at the Mutianyu section.
I paid 850 RMB* (costs info here), around 113 €/133 usd, to rent the car service for a day (~8-9 hours). The renting service does not scale with the amount of people. So as long as you fit in the van (up to 5 people), you will pay this fixed value. On the other hand, if you join a tour, you will pay almost the same but per person. And as I already said, you don’t have much flexibility.
*Our car service included a stop at the Beijing Summer Palace. If you just choose the car service to reach the Mutianyu Great Wall,  you pay 650 rmb.
Usei este serviço para aceder à secção Mutianyu.
Planeei sair do hotel em Pequim às 7h, de forma a evitar multidões. A essa hora, a motorista, Jenny, estava na entrada do hotel.
O carro era confortável e possuía wifi gratuíto. A motorista forneceu-nos algumas frutas e garrafas de água. Ela fala pouco Inglês, mas o suficiente. Ela não é uma guia de viagens, por isso leve os seus guias.
Uma hora e meia depois chegavamos à secção Mutianyu.
Paguei 850 RMB * (custos aqui), em torno de 113 € / 133USD, pelo serviço de motorista por um dia (~8-9 horas). O serviço de aluguer não aumenta de acordo com a quantidade de pessoas. Se está num grupo até 5 pessoas pagarão o mesmo. Por outro lado, se participar numa excursão pagará um valor semelhante, mas por pessoa, e não terá muita flexibilidade.
* A nossa viagem foi combinada com uma paragem no Palácio de Verão em Pequim. O custo de / para a Grande Muralha de Mutianyu é menor, 650rmb.

Image result for Mutianyu section.
https://www.travelchinaguide.com/china_great_wall/map/beijing-mutianyu.htm

Mutianyu Great Wall is a recently restored Ming dynasty section. The US ex-president Bill Clinton visited this part of the wall in 1998.
Once you arrive at the Mutianyu Great Wall (Tourist Service Center), you have to take a shuttle bus (available every 20 minutes) that goes uphill to the main entrance. The access to the Great Wall and the shuttle ticket will cost you 60 RMB each (check the links for up to date prices). Jenny, the driver, had a special card which gave her access to a parking lot up the hill, close to the main entrance. Since it was more convenient to go with Jenny, we didn’t take the shuttle bus (but we still had to pay the same 60 RMB each).
Now you have to decide how to get to and from the wall.  You can go on foot/hike, and pay nothing, or you can do as we did, and go up by cable car, which arrives at the  watchtower number 14 (the same cable car can also take you down to the entrance). To come down, we took the toboggan, located on the watchtower number 6. On this same watchtower, there’s also a chairlift that goes up and down.
A Grande Muralha de Mutianyu é uma estrutura da dinastia Ming recentemente restaurada. O ex-presidente dos EUA, Bill Clinton, visitou esta secção da muralha em 1998.
Ao chegar na Grande Muralha de Mutianyu (Centro de Atendimento ao Turísta), necessita adquirir os seus bilhetes para a Grande Muralha, e outros para o autocarro (disponível a cada 20 minutes) que o levará até à entrada principal. O acesso à muralha mais o shuttle custa 60 RMB.  Jenny, a motorista, tem um cartão especial que lhe dá acesso a um parque VIP no alto da colina, deste modo não fizemos uso do shuttle (mas pagamos 60 RMB na mesma).
De seguida terá que decidir como quer subir e descer (até a)/da muralha. Poderá subir a colina a pé e não pagará nada. Ou subir de teleférico, tal como nós fizemos, que chega/desce da torre de vigia 14. Para voltar optamos pelo toboggan que desce na torre de vigia 6. Há também um teleférico aberto (como os das estações de ski), que sobe e desce, perto da torre de vigia 6.

Check up-to-date Prices here.
Hours: 7.30-6pm (6.30pm Saturday and Sunday). Low season: 8am-5pm.

 


Carina visited Mutianyu Great Wall of China in May 2018 and this is just her opinion.

Carina visitou a Muralha da China, secção de Mutianyu, em Maio de 2018, e esta é, apenas, a sua opinião.