WHAT TO DO/SEE IN BERLIN #3

b2a2a-aaa.jpg

After my 1st and 2nd post about “What to do/see in Berlin”, I’m glad to show you the last episode of this serie. 🙂
Depois do meu  e  post sobre “O que fazer/ver em Berlim”, hoje partilho o último episódio desta série. 🙂

1 – POSTDAMER PLATZ & SONY CENTER

Postdamer Platz is an important and modern square of Berlin and owns a segment of Berlin Wall. Close by, you will find the sponsered mall – Sony Center – full of shops, restaurants, IMAX cinema and so on. It hosts international movies Premieres and if you are lucky you could meet a Hollywood actor.
Postdamer Platz é uma importante e moderna praça de Berlim. Lá poderá, ainda, encontrar um segmento do Muro de Berlim.
Ao lado localiza-se o centro comercial patrocinado pela Sony – Sony Center – repleto de lojas, restaurantes, cinema IMAX, etc. É casa de algumas Premieres de filmes internacionais; se tiver sorte poderá ver atores de Hollywood.

Sony Center

2 – TOPOGRAPHIE DES TERRORS

The Topography of Terror, an outdoor and indoor history museum, was the headquarters of the Gestapo and the SS.
From all the historic places I visited in Berlin, this one had the heaviest aura and made me feel a little uncomfortable. In this museum you will see a lot of shocking pictures with its historic explanation and a large part of the Berlin Wall without any artistic painting.
Topografia de Terror é um museu histórico, ao ar livre e coberto, situado no antigo quartel general da Gestapo e da SS.
De todos os lugares históricos que visitei em Berlim, este foi aquele que senti uma aura pesada. Neste espaço verá fotos chocantes com a sua explicação histórica e um grande troço do Muro de Berlim sem quaisquer pinturas artísticas.

Hours: Daily 10 a.m. – 8 p.m. Closed on Dec 24th, 31st, Jan 1st.
Entrance: Free.
Free Tour in German: Sundays at 2 p.m.
Free Tour in English: Sundays at 3.30 p.m.

More Info: http://www.topographie.de/en/

Horas: Todos os dias das 10 – 22. Encerra no 24-12, 31-12 e 01-01.

Entrada: Grátis.

 

3 – CHECK POINT CHARLIE

Checkpoint Charlie
was the name given by the Western Allies to the best-known Berlin Wall crossing point between East Berlin and West Berlin during the Cold War.Today is just a tourist place. Costumes dressed as guards will be there to take some pictures with you, but don’t forget your wallet, because you will have to pay a fee if you want a picture with them. 🙂
Checkpoint Charlie foi o nome dado pelos Aliados Ocidentais ao ponto de passagem do Muro de Berlim, mais conhecido, entre Berlim Este e Oeste durante a Guerra Fria.
Hoje em dia, é apenas um local turístico. Figurantes vestem-se como guardas e estão dispostos a tirar fotografias com os turístas em troca de alguns euros. 🙂

4 –  KAISER WILHELM MEMORIAL CHURCH

The original Protestant church was built in the 90s. It was damaged in a bombing raid in 1943.
Nowadays, the building consists of a church with an attached foyer and a separate belfry with an attached chapel.
The damaged spire has been retained as a memorial, to remind Berliners of their past. Its ground floor has been made into a memorial hall.
A igreja protestante original foi construída nos anos 90. Foi danificada com uma bomba em 1943.
Hoje em dia, o edifício consiste numa igreja com um vestíbulo anexado e um campanário separado com uma capela anexada.
O pináculo danificado foi mantido como memorial, de modo a lembrar os Berlinenses do seu passado. No seu andar térreo foi feito um salão memorial.

5 – TIERGARTEN GARDEN. VICTORY COLUMN. (ZOO).

Don’t miss the big garden, Tiergarten. Go to the zoo, if you would like.
Passed by the Victory Column monument, in the Tiergarten. Made to commemorate the Prussian victory in the Danish-Prussian War, and it was inaugurated on 2 September 1873.
Não perca o grande jardim, Tiergarten. Vá ao zoo, se fizer questão.
Passe pela Coluna da Vitória, no Tiergarten. Feita para comemorar a vitória prussiana na Guerra Dinamarquesa-Prussiana, e inaugurada a 2 de setembro de 1873.

zoo

Carina visited Berlin in October 2016, and this is just her opinion.
Carina visitou Berlim em Outubro de 2016 e esta é, apenas, a sua opinião.

WHAT TO DO/SEE IN BERLIN #2

I hope you have liked the first post (here!) on the series “what to do/see in Berlin”; today I will share the second one. Stay tuned.

Note: This journey occured in October, and unfortunately this post comes in a time when Berlin is under a cloud of sadness. Peace to the victims’ souls. Stay strong and free, Berlin.

1 – MUSEUM ISLAND

Berlin has an island at the Spree river called Museum Island. Here, you can find some great museums. Just pick one of your choice and spend some pleasant time there.
We visited the Pergamon Museum: the museum is subdivided into the antiquity collection, the Middle East museum, and the museum of Islamic art. Among the collection it is the Pergamon Altar and the Ishtar gate. Definitely worth visiting!

Ishtar gate

And we also visited the Neues Museum,  whose exhibition includes the Egyptian, Prehistory, and Early History collections. The artifacts it houses include the iconic bust of the Egyptian queen Nefertiti.

One of Berlin’s most iconic buildings is located at the museum island. It’s the biggest protestant cathedral of Berlin – the Berliner Dom. You can enter and visit it, but you have to pay a fee. We chose the other option, and took some pictures outside.

 

2 – TV TOWER & ALEXANDERPLATZ

At Alexanderplatz you can enjoy your time shopping and taking the opportunity to see the Fernsehturm(Television Tower). The tower was constructed between 1965-1969. With 368 meters it is the tallest structure in Germany. Inside there is a restaurant where you can have a meal with a landscape.

3 – EAST SIDE GALLERY

A memorial of freedom! It is a 1316 meters long section of Berliner Mauer (Berlin wall). The Gallery has 105 paintings made in 1990 from artists from all over the world.

4 – BERLINER MAUER MEMORIAL

It is an open-air exhibition which explains the history of the division. Consists of the monuments in memory of the divided city and of the victims of communist tyranny, as well as the window of remembrance. It also includes the chapel of reconciliation and the excavated foundations of a former building whose façade functioned as border wall until the early eighties.

Espero que tenha gostado do primeiro post (aqui!) da série “o que fazer/ver em Berlim”; hoje, partilharei o segundo artigo desta compilação. Atente.
Nota: Esta viagem deu-se em outubro, e infelizmente o post vem numa fase em que Berlim está sob uma nuvem de tristeza. Paz para as almas das vítimas. Mantém-te forte e livre, Berlim.

1 – ILHA MUSEUS

Berlim contém uma  ilha no rio Spree chamada de Ilha dos Museus, como o próprio nome indica é uma ilha com fantásticos museus. Escolha um de acordo com a sua preferência e passe algum tempo de qualidade lá.
Optamos pelo Museu Pergamon: um museu de coleções antiguas, do Meio-Oriente e com tesouros da Arte Islâmica. Entre as coleções destaca-se o Altar de Pergamon e a Porta Ishtar.

 

E também visitámos o Museu Neues, onde pudemos apreciar artefactos da Pré-história e da era Egípcia. Neste museu poderá encontrar o ícônico busto da Rainha Egípcia Nefertiti.

Uma das Portas do Paraíso do Batistério de Florença :). Séc. XV. Bronze.
Veja as réplicas que nos dias de hoje abre portas ao Batistério de Florença aqui!
 

Nesta Ilha de Museus encontrará a grande catedral protestante de Berlim – Berliner Dom. Poderá visitá-la por um custo ou se preferir fique-se pelo exterior e tire algumas fotografias.

2 – TORRE DA TV & ALEXANDERPLATZ

Na praça Alexanderplatz poderá tirar partido dos shoppings e visitar Fernsehturm (Torre da Televisão). A torre construída entre 1965-1969, com 368 metros é a estrutura mais alta da Alemanha. Dentro existe um restaurante onde se degusta pratos com uma soberba vista.

3 – GALERIA EAST SIDE

Um memorial da Liberdade! Com 1316 metros de comprimento é uma secção do Berliner Mauer (Muro de Berlim). A galeria apresenta 105 pinturas feitas em 1990 por artístas de todo o mundo.


4 – MEMORIAL BERLINER MAUER 

É uma exibição ao ar livre onde se explica a história da divisão da cidade. Consiste em um monumento em memória da cidade dividida; e das víctimas do comunismo, bem como um espaço onde estas possam ser lembradas. Inclui, igualmente, uma capela de reconciliação e as fundações  de um edifício que outrora funcionava como limite.

Carina visited Berlin in October 2016, and this is just her opinion.
Carina visitou Berlim em Outubro de 2016 e esta é, apenas, a sua opinião.

WHAT TO DO/SEE IN BERLIN #1

d54ab-aaa.jpg

Berlin, the 2nd most populated city in the EU after London, was an astonishing surprise.
It was my first travel to Germany and I have to confess I was going with low expectations. I was picturing a dark and boring city, with cold and unhappy people. By the end of the trip, I left Berlin with a clear message in my mind: “I would  and definitely live here”. It is a stupendous city (more info about Berlin here!), clearly a city designed for the future.
Today I will share the first post on what to do/see in Berlin. If you pretend to visit this city, keep in mind that it has a lot to offer, being a huge city, so my advice is to take 4 or 5 days days off to enjoy the city.

1 – REICHSTAG

The German Parliament. We even got to knock at Angela Merkel’s office door, but she wasn’t there to our dismay.
Norma Foster was the architect who was responsible for the reconstruction of this building, after the bombing in 1933. The dome is one of Berlin icons and definitely deserves a visit.

Recomendations:
You need to make an appointment online (www.bundestag.de) to visit the dome. It is free, and you also have free audio guides that you can collect in-situ.
There are also free Reichstag guided tours, in various languages, but not everyday. If you are interested, make and appointment online (if you decided for the guided tour, you don’t need to make an appointment for the dome, the tour will finish at the entrance to the dome). We did the tour and I recommend it 100%.
Hours:
From 8am-8pm, abr-oct; and 8am-6pm for the rest of the year.

2 – BRANDENBURG TOR. PARISER PLATZ

Brandenburg is the city’s gate since 1791, and is also the symbol of the German reunification. Its design was inspired by the Athenian acropolis.
The gate is the opening portal to the Pariser platz, a square with banks and embassies.

3 – HOLOCAUST MEMORIAL

In May 10, 2005, Berlin inaugurated this open air monument dedicated to the victims of the Nazi genocide.
Its has the same size as a soccer field, and you can easily get lost between the blocks! Underground, there is an information center about the Jews murdered in this period of history.

Recomendations:
Free guide tours in English on Saturdays at 3pm. Free guide tours in German on Sundays at 3pm.
Free.

4 – UNTER DER LINDEN

A big and famous street for shopping, which links the Brandenburg gate to Berlin’s Cathedral, the two most well known Berliner monuments.

5 – GENDARMENMARKT & RAUSCH SCHOKOLADENHAUS

Gendarmenmarkt is a central and charismatic square in Berlin with two cathedrals from the XVII century.
Relax in the most famous chocolaterie in Berlin – Rausch Schokoladenhaus – with your eyes gazing at the Gendarmenmarkt.

yes, it chocolate!

Berlim, a segunda cidade mais populosa da União Europeia depois de Londres, revelou-se uma óptima surpresa.
Foi a minha primeira vez na Alemanha e tenho que confessar que fui com baixas expectativas. Cheguei idealizando uma cidade escura e aborrecida com pessoas tristes e frias, e sai a pensar “poderia viver aqui”. É uma cidade magnífica (mais informação sobre esta cidade aqui!).
Hoje início o primeiro post sobre o tema: O que fazer/ver em Berlim. Se pretender visitar Berlim, tenha em conta que a cidade é muito grande e tem muito que oferecer, o meu conselho é reservar 4 ou 5 dias para desfrutar desta cidade.

1 – REICHSTAG
É o parlamento alemão (tocamos à porta do escritório da Angela Merkel, mas ela estava ausente:().
Norma Foster foi o arquitecto responsável pela reconstruição deste edifício, depois de este ser bombardeado em 1933. A cúpula do Reichstag é um ícon de Berlim e merece uma visita.
Recomendações:
É necessário agendar online (www.bundestag.de) a visita à cúpula. É grátis e tem acesso a guías de audio a levantar in situ. Também há visitas guiadas grátis ao Reichstag, em várias línguas, ao longo da semana. Se estiver interessado reserve online (se decidir pela visita guiada não necessita agendar acesso à cúpula, a visita guiada termina na entrada para a cúpula e aí pode visitá-la livremente). Nós fizemos a visita guiada e recomendo.
Horas:
8.00-20.00, abr-out e das 8.00-18.00, o resto do ano.
        

2 – BRANDENBURG TOR. PARISER PLATZ

Brandenburg é a porta da cidade desde 1791, também considerada o símbolo da reunificação da Alemanha. Teve como inspiração a acrópole de Atenas.
O portão abre portas à praça Pariser, uma praça ornamentada por bancos e embaixadas.

3 – MEMORIAL DO HOLOCAUSTO 

Desde 10 de maio de 2005 Belim alberga um monumento ao ar livre  em memória às vitimas do genocídio nazi.
Com um comprimento e uma largura como um campo de futebol, este espaço está preenchido com blocos de betão e é possível perder-se entre os mesmos.
No piso subterrâneo existe um centro de informação, sobre os judeus que foram mortos neste período da história.

Recomendações:
Visitas gratuitas em inglês, todos os sábados às 15 horas. Visitas gratuitas em alemão, nos domingos às 15 horas.  

Entrada livre.

4 – UNTER DER LINDEN

Uma das maiores e mais famosas ruas de compras em Berlim. Liga o portão de Brandenburg à catedral de Berlim, dois monumentos ícones de Berlim.

5 – GENDARMENMARKT & RAUSCH SCHOKOLADENHAUS

Gendarmenmarkt é uma praça carismática no centro de Berlim, com duas igrejas que datam do século XVII. Relaxe numa das melhores chocolatarias de Berlin: Rausch Schokoladenhaus, enquanto observa a praça Gendarmenmarkt

<

Carina visited Berlin in October 2016, and this is just her opinion.
Carina visitou Berlim em Outubro de 2016 e esta é, apenas, a sua opinião.

IS BERLIN WORTH A VISIT?

92252-p1070593.jpg

Berlin is not an imperial city like Vienna neither classic like Rome.
Berlin is not flavorsome like Paris.
Berlin is cosmopolitan, but very distinct from London.
Berlin is a well-organized metropolis where people rush without smashing others.
Berlin has a unique identity, which does not translate into the rest of Germany,
Berlin is clean.
Berlin is a city with space.
Berlin is a city moving towards to the future.
Berlin is innovative.
Berlin is modern.
Berlin is the proof that we can overcome the pass, without ever forgetting its lesson.
Berlin is cheap.
Berlin is gay-friendly.
Berlin is a open minded.
Berlin is central in Europe.
Berlin has the high unemployment rate in Germany (~10%).
Berlin has a lot of museums, although usually not regarded as either Louvre or Prado.
Berlin is multicultural.
Berlin is dynamic.
Berlin is mordern history.

For sure, for me, it is the European Capital of the Future, where I could see myself living.

And YES, you should visit it! 🙂
(Stayed tuned for the upcoming posts about Berlin).

VALE A PENA VISITAR BERLIM?
 
Berlim, não é uma cidade imperial como Viena ou clássica como Roma.
Berlim não é saborosa como Paris.
Berlim é cosmopolita, mas muito distinta de Londres.
Berlim é uma metrópole bem organizada, onde as pessoas andam/correm sem “esmagar” outras.
Berlim é única e diferente do resto da Alemanha.
Berlim é limpa.
Berlim é uma cidade com espaço.
Berlim é uma cidade no progresso.
Berlim é inovadora.
Berlim é moderna.
Berlim é a prova de que podemos ultrapassar o passado, mas nunca o esquecendo.
Berlim é barata.
Berlim é gay-friendly.
Berlim é uma mente aberta.
Berlim está no centro da Europa.
Berlim tem a taxa de desemprego mais elevada da Alemanha (~10%).
Berlim tem uma grande quantidade de museus, embora com menos impacto que o Louvre ou Prado.
Berlim é multicultural.
Berlim é dinâmica.
Berlim é história atual.
 

Com certeza, para mim, é a Capital Europeia do Futuro, onde poderia viver.

E SIM, é uma cidade a visitar! 🙂
(Esteja atento aos próximos posts sobre Berlim)

Carina Berlin in October 2016, and this is just her opinion.
Carina visitou Berlim em Outubro de 2016 e esta é, apenas, a sua opinião.